Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

Março 07, 2012

As visitas de estudo e o facilitismo.

vai-teaosprofessores

Não sou contra visitas de estudo, nem contra passar filmes nas aulas, mas reconheço que nestas atividades há quem o faça em conta e medida, mas também há quem use as use como estratégia para ter um trabalho mais suave ou seja numa estratégia facilitista.

Na minha escola há uma cultura de se fazerem muitas visitas de estudo e só recentemente se começou a por um travão aos exageros e o argumento foi economicista, impôs-se um teto anual de despesas. 

As visitas de estudo devem ser limitadas ao essencial, uma por ano, o que dará 3 ao longo do secundário. Num desses anos deverá ser obrigatoriamente no âmbito da disciplina específica do curso. No caso dos alunos de economia levo-os à Renova, onde se vê uma empresa automatizada, com capaciade de inovar a nível de design e tecnológias, bem como uma preocupação ambiental.

O exagero das visitas de estudo também se nota nos cursos profissionais, onde as planificações do início do ano são postas em causa por haver aulas previstas não dadas porque os alunos estavam em visitas de estudo, acontecendo as aulas terem de se prolongar em plena epóca de exames, o que para os alunos do 12º ano é prejudicial para os que se submetem a exame.

Além disso as visitas de estudo de mais de um dia há alunos que exageram, há problemos de barulho, de consumo de alcool e às vezes temos mesmo de enfretar a polícia.

Por tudo isto deverá haver uma política cuidadosa de visitas de estudo.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.