Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

Maio 30, 2011

A manipulação das Novas Oportunidades

vai-teaosprofessores

Outro dia estive à conversa com um colega professor das Novas Oportunidades, que me disse que a certificação por experiência de vida é excepcional e que só foi aplicada, a quem o merecia. Ora, contrapuz-lhe que já me vieram pedir para elaborar relatórios temáticos (que recusei e só aceitei corrigi-los e quem me pediu nada mais disse), o que prova que não há controlo sobre o que é apresentado, o que ele reconheceu, mas insistiu em que há casos que se justifica o reconhecimento da carreira profisional. Assim, o modelo é adequado a certas pessoas, mas é aplicado sem controlo sobre as prestações dos alunos, o que abre a porta ao facilitismo.

Por outro lado vi na televisão uma aluna que estava desiludida por ninguém reconhecer a formação que estava a fazer e que em termos de mercado de trabalho nada vale. É esta a questão, a sociedade não reconhece na prática o esforço feito, admitindo que houve efectivamente esforço. Este não reconhecimento é sociológico e independente da certificação que é dada pelo governo.

Maio 18, 2011

A discussão sobre Novas Oportunidades é bem vinda.

vai-teaosprofessores

Na campanha política surgiu o tema das Novas Oportunidades, pela mão do PSD. Dou inteira razão a este debate porque os relatos que me chegam são de total facilitismo. Não sei se estes casos são gerenalizados ou pontuais, mas a serem verdade algo está muito mal neste programa. Assim, sem tabus impõe-se investigar e fazer uma avaliação do que está a ser feito. Se for uma certificação facilitadora estamos a enganar os alunos, que não vão ver reconhecida a certificação na prática e estiveram a ser usados para melhorar as estatísticas.

Maio 04, 2011

O absentismo dos alunos é premiado

vai-teaosprofessores

Continua-se a facilitar a vida aos alunos que não cumprem. Um aluno teve de fazer dois planos de recuperação de faltas, um fez e outro não. Mas mesmo assim vai poder ir a uma visita de estudo à Alemanhã. Não cumprir acordos, assinados pelo aluno e o encarregado de educação continua a compensar.