Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

Novembro 29, 2011

A ESF continua a regredir nos resultados da avaliação externa

vai-teaosprofessores

Os resultados dos exames na ESF continuam a piorar e todos os anos continuamos a discutir o porquê. O diagnóstico feito pelo meu grupo é o mesmo nos últimos anos, o excessivo facilitismo que os outros critérios promovem, levando os alunos a poderem passar com 8 e a indisciplina, que pese embora continuar a ser combatida se buracratizou com a criação da Pedagogia, uma vez que contrariamente ao que acontecia no passado, os casos graves não são logo resolvidos pela direção e arrastam-se alguns dias no circuito pedagogia/ direção de turma/ diretor, e quando há castigo este perde alguma da sua eficiência. É mais um caso de justiça lenta com todos os problemas associados quando devia ser celere.

Mas não sou ingénuo e ponho só as culpas no sistema, também há professores que se adaptam lindamente ao sistema de passar todos e desta forma não terem contestação dos alunos e pais, pois todos estão felizes, ainda que no futuro paguem caro esta omissão de avaliar corretamente do professor, pois os alunos quando tiverem um obstáculo a sério (um exame, uma candidatura a emprego), e ele surgirá mais cedo ou mais tarde, a sua aprendizagem deficiente com classificação desadequaqda virá ao de cima e pagará por ela. Não se resolve os problemas atirando o lixo para baixo do tapete.

Novembro 21, 2011

Os alunos continuam a passar com 8 valores

vai-teaosprofessores

Já o 1º período vai avançado e dou-me conta que nos critérios de avaliação a ESF continua na mesma no que se refere aos cursos profissionais, com os alunos a poderem passar com notas de 8 valores na avaliação de conhecimentos completados com outros critérios que continuam a valer 40% da nota final. Ainda não foi este ano que se iniciou a recuperação deste facilitismo. Já para os cursos de prosseguimento de estudos, os outros critérios podem variar entre 20-30%, pelo que coerentemente, contraofacilitismo, foram estipulados em 20%.

Não sou contra a função socializadora da escola, mas a sua avaliação só deve pesar o máximo 20% na nota global.

Tive este ano uma turma nova que me foi imposta no 11º ano, portanto já a meio do seu percurso escolar de economia. As notas obtidas no 1º teste foram muito más em relação às notas que lhes foram atribuídas no 10º ano. Dadas as circunstâncias de os alunos não estarem habituados aos meus métodos vou fazer um teste de recuperação, mas sem deitar fora a nota do teste já feito. Estou a pensar em atribuir 50% ao teste feito e 50% ao teste de recuperação, para que os alunos não deixem de assumir responsabilidades do que fizeram, mas ao mesmo tempo dar-lhes hipóteses de recuperarem, compreendendo as circunstâncias decorrentes de mudarem de professor. Ser contraofacilitismo não implica não compreender as circunstâncias anormais ou especiais, sendo natural haver um período de adaptação entre professor e alunos. Depois, quem teimar em resistir à mudança vai ser penalizado... até porque na aula de apoio trabalho o que considero essencial, os alunos aprenderem a fazer resumos e a desenvolverv temas. Depois de preparados não há razão para não se adaptarem.

Sobre o novo ministro não vou fazer comentários, além de o considerar como adjunto do ministro das finanças para educação, porque ainda não há nada de concreto decidido, além dos cortes já anunciados.

 


 


Novembro 07, 2011

A ADD

vai-teaosprofessores

Tenho estado desligado deste blogue por falta de assunto. 

Até agora este governo tem sido um vice-ministro das finanças para a educação: só propõe cortes...

Sobre a nova ADD tem uma coisa boa não se é avaliado pelos pares o que acaba com as vinganças e favorecimentos de capela.

Quanto à anterior avaliação para mim foi só um cumprimento de algo sem significado e lá me deram o BOM.

Só mais um comentário, agora nas reuniões de departamento nos outros assuntos, há competição entre colegas para ver quem dita mais coisas para a ata.. Fui ali, vou acolá, correu tudo muito bem (com quem diz, não se esqueçam do meu empenho em passeios). É verdade que há vantagens em os alunos sairem da sua santa terrinha, mas tanta visita, ao Continente, ao tribunal, a um banco, talvez seja demais! Mas isto é um resultado da avaliação e da cultura de escola que tem um plano anual de atividades do tamanho de kilometros...