Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

Abril 26, 2012

O chumbo por faltas é impeditivo de fazer xames

vai-teaosprofessores

Quero saudar mais esta medida de rigor por parte do governo que visa impedir a realização de exames no ano em que o aluno reprova por faltas a uma disciplina. Um aluno só reprova por faltas se as não justificar e como diretor de turma noto a despreocupação dos alunos com as faltas dadas, só procurando justificá-las quando estão perto do limite de faltas. Esta medida vem sem dúvida implementar uma mentalidade de ida às aulas por parte dos alunos e só devendo faltar por motivos atendíveis.

Pode-se argumentar que esta medida é demasiado dura, ao impedir o aluno de fazer exame, mas face ao facilitismo a que se chegou a mudança de mentalidade só acontece quando há consequências e até agora poderia não haver consequência para as faltas e os alunos tendiam a não se preocupar com isso. A única coisa que não concordo é com a mudança das regras perto do final do ano, mas reconheço que esta medida tomada agora terá um efeito efetivo, porque toda a comunidade escolar fala dela.

Abril 13, 2012

O aumento de alunos por turma

vai-teaosprofessores

Este ministério da educação e ciência anunciou-se como de rigor e contra o facilitismo. A aprovação de exames no 4º ano pode ser enquadrada nestes objetivos.

Mas já o aumento do número de alunos nas turmas parece-me contra tal desiderato e mais uma medida economicista. Mais, do meu ponto de vista não faz sentido aumentar o rigor na avaliação e degradar as condições de funcionamento nas salas de aula, com o aumento do número de alunos. Quanto menos alunos os professores tiverem mais se podem concentrar nos casos problemáticos e dar-lhes alguma atenção especial, senão perde-se muito tempo com a indisciplina (que aumenta com mais alunos) e do tempo restante ficará menos tempo para os casos que precisam de acompanhamento. Portanto a qualidade na educação sai a perder com esta medida.

Abril 11, 2012

A festa da MLR

vai-teaosprofessores

Ontem no parlamento a ex-ministra MLR falou em festa a propósito da parque escolar: para os engenheiros, para os arquitetos, para as construtoras. Também acho que o seu governo foi uma festa para o facilitismo, festa essa que financeiramente estamos a pagar, todos,  não só os que dela beneficiaram.

Também houve festa para os alunos mal comportados e faltosos, com o seu estatuto do aluno.

Por outro lado, houve o mais vil ataque à profissão de professores que foram considerados uns priveligiados e malandros, mas somos nós, os professores que agora apanhamos os cacos e os tentamos colar, num ambiente de desvalorização social da classe e mantendo a qualidade do ensino na escola pública, quer em escolas luxuosas (para a classe média), quer em escolas frugais.

Cara senhora a festa saiu-nos demasiado cara, em termos monetários, mas também em degradação do ambiente nas escolas e no respeito social da classe docente, além de que os alunos que embarcaram no facilitismo por si incentivado, poderão ter hipotecado o seu futuro!