Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

Fevereiro 27, 2014

A indisciplina começa a aparecer usando as TIC

vai-teaosprofessores

Começam a aparecer casos de indisciplina usando as redes sociais e os mails. Utilizando as redes sociais, colocando-se nestas fotos de aulas, de professores e de colegas.

Outra situação é aparecerem alunos a ameaçar professores através do mail e sob anonimato.

No primeiro caso é importante lembrar o direito à reserva da imagem, pelo que tirar fotografias e publicá-las constitui crime.

No segundo caso um insulto é sempre um insulto, quer seja feito presencialmente, por carta ou por mail e também constitue crime.

Fevereiro 11, 2014

Como fazer um trabalho?

vai-teaosprofessores

Com os planos de recuperação de faltas os alunos têm tido necessidade de fazer trabalhos e constata-se que não sabem fazê-los.

Têm-me apresentado cópias de trabalhos da net sem sequer se darem ao trabalho de corrigirem o brasileiro para português. Estas cópias têm sido liminarmente rejeitadas, mas há alunos que não entendem. A razão é simples esse trabalho não é deles é do autor de quem copiaram.

Como se faz então um trabalho? O aluno deve ler um ou mais textos sobre um assunto. Depois deve dizer por palavras suas as ideias dos autores com que concorda e referenciar onde foi buscar essas ideias - entre parêntises indentifica o autor, o ano e a obra e a página onde encontrou a ideia-. Se achar que deve transcrever essa ideia, depois de explicar por palavras suas deve fazê-lo entre aspas.

Portanto, mesmo uma simples ideia explicada por palavras nossas deve ser atribuída ao seu verdadeiro autor. O trabalho do estudante é ler várias fontes e sintetizar o que leu criticando ou aprovando as ideias dos autores que leu, mas referenciado sempre onde foi buscá-las. 

O trabalho do aluno é realçar ideias paar depois concordar ou criticar, alegando os motivos da sua opção.

Fevereiro 07, 2014

O caso das maquilhagens nas aulas

vai-teaosprofessores

Num dos últimos posts falei da procrastinação, atitude que atinge mais os rapazes. Hoje vou falar das meninas.

Está um professor a dar aula, quando, repentinamente, começam a pintar os lábios, às vezes com um batom para o cieiro, outras vezes com um batom de côr.

Esta atitude demonstra que a atenção é aparente, pois estão com o pensamento noutro lado, na beleza, nestes casos.

Estes são os casos mais frequentes, mas também acontecem casos de colorir as bochechas, colocar um travessão no cabelo e até cortar as unhas.

Em geral as alunas que praticam estes atos reagem mal à chamada de atenção do professor, como se fosse natural preocuparem-se com o seu aspeto numa sala de aula. Não, nas aulas é para prestarem atenção à matéria lecionada.

Costumo relembrar que nos filmes as mulheres se levantam para ir à casa de banho retocar os lábios e não o fazem na sala de jantar à frente dos companheiros de degustação.