Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

Novembro 08, 2017

O é que os alunos dos profissionais gostam?

vai-teaosprofessores

Tenho dado aulas aos cursos profissionais e dou-lhes disciplinas mais teóricas, como economia, a disciplinas mais práticas, como OGE (contabilidade) e Comercializar e Vender. Um dia deste comparei mentalmente estas duas experiências.

Constatei que na economia os resultados eram piores e tinha mais problemas de indisciplina. Por sua vez, em contabilidade, dada no 12º de Organizar e Gerir a Empresa (OGE), tinha menos problemas de indisciplina, os alunos empenhavam-se na resolução de exercícios e os resultados foram francamente melhores.

Refleti sobre esta diferença, que os próprios alunos verbalizavam, quando me diziam que o professor de contabilidade era melhor que o professor de economia, mesmo sendo a mesma pessoa. De facto, economia é uma disciplina mais árida, em que os alunos não fazem nenhuma ligação às suas necessidades, mesmo que a haja e o professor se esforce por explicitá-la. É uma disciplina que implica conhecer o significado de conceitos e aplicá-los, através da resolução de questões e por isso recorre às questões de aula para forçar o estudo à medida quea matéria é dada e não só para os testes. Há módulos em que aposto na pesquisa e na realização de trabalhos, como o módulo sobre crescimento e desenvolvimento, em que cada aluno estuda um país. Mas em geral os módulos são mais teóricos e implicam estudo.

A contabilidade, é uma disciplina em que dou exercícios e onde só explicito a teoria quando esta é precisa para resolver questões. A partir da prática explicito a teoria. A verdade é que os alunos se esforçam por fazer os exercícios e quando não sabem pedem-me ajuda. Como estão sempre a trabalhar, não há tanta oportunidade para a indisciplina. Será que é o caráter prático, resolução de exercícios, que lhes permite interiorizar a técnica, que explica tais resultados? 

Claro que as turmas não são todas iguais, há turmas mais difíceis do que outras, mas noto que há mais adesão dos alunos à contabilidade, mesmo sendo uma matéria que poucos vão aplicar e não tão útil à vida dos alunos enquanto cidadãos como a economia. Claro que há alunos que não aderem quer a economia quer a contabilidade, são os que não aderem à escola.

Há também uma diferença entre estas duas disciplinas, a economia não desdobra e temos mais alunos nas aulas, enquanto em contabilidade há desdobramento da turna em turnos e temos sempre menos alunos na sala o que permite um acompanhamento mais personalizado. Nas turmas grandes o professor não tem tanto espaço para apoio individual.

Conclusão, é-me mais fácil ser professor de disciplinas técnicas e motivar os alunos com exercícios do que em disciplinas em que há conceitos que depois têm de ser aplicados e demonstrar que foram apropriados. A dimensão das turmas também ajuda e muito.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.