Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

Maio 10, 2016

Será que o tema das turmas de associação no privado é um tema menor?

vai-teaosprofessores

Desde a semana passada cujo post (portanto, o último) foi sobre o tema das turmas com contratos de associação que este tema explodiu na comunicação social e nas redes sociais e fica a questão, será este tema importante?

1. Um angulo de resposta e o mais importante é realçar que a propósito deste tema se joga a centralidade da escola pública a par da racionalidade da gestão dos dinheiros públicos. Se a porta da subvenção à iniciativa privada ficar entreaberta na educação pode-se estar a transformar o nosso sistema de ensino num sistema dual, em que a qualidade existirá no privado e na escola pública ficarão os alunos com dificuldades. Por outro lado, por muitos mais anos haverá restrições finanaceiras e o que for canalizado para o privado será à custa do público, logo degradando-se a escola pública. Um sistema universal e gratuito implica para ser equitativo uma escola pública de qualidade.

2. Não está em causa a iniciativa privada pura, sem subsídio dependência, pois continuarão a haver colégios e quem os puder pagar pode lá meter os eus filhos. Este debate não é sobre a iniciativa privada, mas sobre a defesa de uma escola pública de qualidade, o que implica que os recursos do Estado têm de ser canalizados para a escola pública onde exista e tenha capacidade de receber alunos. Tornar esta separação percetível na sociedade é importante.

3. Este tema é importante porque temos um governo de esquerdas e as esquerdas não governamentais não permitirão um recuo do governo numa matéria tão essencial, pelo que não vai ser fácil a este governo ceder aos lóbis mobilizados em defesa dos subsídios ao ensino privado.

Concluindo, pelas três razões apontadas este debate é importante quer em termos educativos, quer em termos políticos.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.