Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

CONTRAOFACILITISMO

Blog para debater ideias que recusem o facilitismo em educação.

Outubro 21, 2014

Uma visão dos cursos vocacionais

vai-teaosprofessores

Tenho este ano trabalhado com um curso vocacional e é sem dúvida muito difícil trabalhar com estes alunos, porque o principal problema a enfrentar é a indisciplina, com os alunos a fazerem ouvidos de mercador ao que o professor diz. Metade da aula é passada pelo professor a corrigir a atitude dos alunos, tendo sempre alguém qualquer coisa a dizer e a comentar, o que leva a constantes interrupções. Atuar ao nível deste problema é meio caminho andado para se lidar com a turma, mas ao fim de mês e meio parece que a única linguagem entendida pelos alunos é a dos castigos.

Quanto à parte de adequirirem conhecimentos, estas turmas não são muito diferentes das outras, pois há uma dezena de alunos que acompanham a matéria por si, mais outros cinco com a ajuda dos professores ou colegas, restando cinco que não se interessam, e como sempre um par destes pode ser resgatado com um apoio suplementar dos professores. De notar que estamos dois professores na turma e que uma vez identificados os alunos que não se esforçam, estes têm acompanhamento personalizado na fase de exercícios.

De qualquer maneira estas turmas são turmas de estudantes problemáticos e tenho dúvidas se este caminho é o melhor para tratar estes casos, ou seja se a guetização de alunos problemáticos, mesmo com recursos suplementares, como é o caso, é o melhor caminho. Não seria possível disponibilizar os recursos adicionais num percurso académico normal?